10 de janeiro de 2017  -    11h34  -   Por    -   Em  Tecnologia

Adeus, Yahoo! Empresa vai acabar, virar ‘Altaba’ e perder CEO Marissa Mayer

uma das empresas mais duradouras da internet está prestes a acabar do jeito como a conhecemos. É a Yahoo!, que está finalmente perto de completar o longo processo de venda para a gigante das telecomunicações Verizon. Quando isso acontecer, a companhia vai se dividir, perder grande parte dos atuais executivos de alto escalão e até deixar de usar o clássico nome.

Segundo um documento publicado pela própria empresa a investidores, a Yahoo! vai mudar de nome oficialmente para Altaba e não terá mais Marissa Mayer na equipe de liderança. Junto com David Filo, Eddy Hartenstein, Richard Hill, Jane Shaw e Maynard Web, ela vai deixar o conselho de diretores da empresa quando a aquisição for finalizada e tem o futuro incerto.

É o fim de tudo?

Na verdade, a Yahoo! não vai ser exterminada completamente. O que a Verizon vai fazer é separar a companhia em duas: o que ela adquiriu foi a grande porção da empresa (os blogs, o noticiário, a área de esportes, os emails, o buscador). O restante? Alguns serviços no Japão e algumas empresas que sobraram, que ficarão sob o comando da gigante chinesa Alibaba — daí o tal nome esquisito.

O Yahoo! que você visitou está sendo incorporado pela Verizon, deixando uma pilha de patentes e pequenos serviços à deriva

Em outras palavras, o Yahoo! que você visitou está sendo incorporado pela Verizon, deixando uma pilha de patentes e pequenos serviços à deriva. É possível que a parte da Yahoo! comprada pela Verizon até mantenha o nome e alguns executivos — incluindo Mayer, que ainda não disse se a saída inclui também a do quadro de funcionários da Verizon, sua nova chefia.

A empresa não vai “fechar”, mas toda a identidade e a independência que conhecemos está sendo destituída aos poucos

Período turbulento

Todas as mudanças acima só vão acontecer quando o acordo com a Verizon enfim for finalizado. A Yahoo! deve ser vendida por US$ 4,8 bilhões (ou R$ 15,34 bilhões, uma pechincha se considerarmos toda a história da marca). Por anos uma gigante da internet e rival direta da Google em vários setores, a companhia foi perdendo valor aos poucos, até virar uma mera coadjuvante na indústria, fazendo compras contestáveis e lançando serviços que pouco ajudaram sua saúde financeira. Saiba mais: A história da Apple, a marca da maçã.

Mayer construiu respeito e manteve o Yahoo! funcionando, mas ficará marcada por comandar a empresa também em seu declínio

Sob o comando de Marissa Mayer, ex-executiva da Google, a Yahoo! até saiu de uma crise e viu a CEO se transformar em uma das mulheres mais poderosas do mundo da tecnologia, mas acabou entrando em outras. A própria compra esteve bastante ameaçada quando foram divulgados dois grandes vazamentos de dados de usuários do site, quando inclusive ficou comprovado que a empresa sabia das vulnerabilidades e pouco fez para saná-las.

 

Fonte:  Yahoo

deixe seu COMENTÁRIO


%d blogueiros gostam disto: